A grande ausente

Francis Hime & Paulo Cesar Pinheiro

Em 1968, Francis Hime fez com Paulo Cesar Pinheiro uma de suas primeiras parcerias, “A grande ausente”, defendida por Taiguara na 1ª eliminatória, em 18/11/1968, no IV Festival da Música Popular Brasileira, da TV Record.

Começou a cantar sob vaias agressivas, mas numa prova de sua ascendência, dominou a rebeldia. Parou tudo no meio da apresentação e disse: “Escute, minha gente, não consigo ouvir a orquestra. Silêncio, porque aqui tem gente que quer ouvir música”. Um suspense surgiu no ar e ele recomeçou a cantar, terminando com muitos aplausos.

A canção foi classificada em 6º. lugar pelo juri popular (veja e ouça adiante!).

O tempo fez com que houvesse o reconhecimento da qualidade da mesma, conforme opina Antonio Mariano Junior: “Modulações magníficas, frases delicadas, constatações aparentemente simples da letra: “O amor parou e ela seguiu””.

Mais adiante, em 1997, recebeu gravação com arranjo para piano, baixo e violoncelo (Yura Ranevsky), em contraponto ao timbre cristalino de Zé Renato, acentuando o caráter nostálgico da obra (ouça adiante!).

Taiguara ao vivo(1968)

Taiguara(1968)

Ze Renato(1997)

Tags: ausente / Festival / grande / Hime / pinheiro / Record / Renato / Taiguara /
  • Compartilhe:

Escreva um comentário:

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


thais maria disse:

Simplesmente sensacional a versão do Zé Renato. Dá vontade de chorar de tão linda…