Aurora

Roberto Roberti & Mario Lago

“Aurora”, uma das mais populares marchinhas do Carnaval brasileiro, talvez seja a música carnavalesca composta mais próximo e, ao mesmo tempo, a mais distante do período momino. Explico: a marcha foi criada, acreditem, numa quarta-feira de cinzas, início de um período em que as pessoas, cansadas da maratona do Carnaval, geralmente entram na melancolia desse dia insosso e não querem mais ouvir nada referente à folia.

O compositor Roberto Roberti, naquela inspirada quarta-feira de 1940, procurou eufórico o seu amigo Mário Lago, com o famoso estribilho da música, mas só tinha a famosa frase “Se você fosse sincera… Ô, ô, ô, ô  Aurora…“, o resto complementava com o velho recurso do lá, lá, lá.

Aflito e antevendo o sucesso da música, apelou para o parceiro para que o ajudasse na conclusão da obra.

Mário Lago contou em entrevista que, mesmo sem muito interesse, ajudou rapidamente na complementação da marchinha que iria entrar para história do Carnaval um ano depois, nas vozes da dupla Joel e Gaúcho (ouça adiante!). Carmen Miranda se encarregou de divulgar a marcha nos Estados Unidos, onde teve 17 gravações.

O sucesso foi tanto que recebeu letra em inglês, versão gravada pelas Andrew Sisters. A música também foi incluída no filme “Segure o fantasma”, da dupla Abbot & Costello.

Extraído de http://www.eternasmusicas.com/

Joel e Gaucho & Coro & Orquestra Columbia(1940)

 

X.X.X.X.X

 

Na quarta-feira de cinzas de 1940, Roberto Roberti mostrou o estribilho de “Aurora” a Mário Lago, que completou a canção em seguida. Nasceu assim, com um ano de antecedência, um dos grandes sucessos do carnaval de 41.

O aspecto mais atraente desta marchinha – lançada por Joel e Gaúcho – está na segunda parte, em que novos valores são apresentados como símbolos de modernidade e status: “Um lindo apartamento / com porteiro e elevador / e ar refrigerado / para os dias de calor… “. Tudo isso e mais uma possibilidade de casamento (“madame antes do nome / você teria agora” ) é o que Aurora perde por não merecer o amor do protagonista.

Mesmo depois da morte de Gaúcho, Joel de Almeida, o magrinho elétrico, continuou cantando esta composição, uma das marcas registradas de seu repertório. Ainda em 1941, com letra em inglês de Harold Adamson, “Aurora” fez sucesso nos Estados Unidos e na Inglaterra, cantada pelas Andrew Sisters, sendo incluída no filme “Segure o fantasma”, de Abbott & Costello.

Extraído de http://cifrantiga3.blogspot.com.br/

 

Tags: Aurora / Colúmbia / Gaúcho / Joel / lago / Roberti /
  • Compartilhe:

Escreva um comentário:

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *