Carcará

João do Vale & José Cândido

Aqui, ouça a canção com “roupagens” (gravações) diferentes. Depois, comente.

Carcará
Lá no sertão
É um bicho que avoa que nem avião
É um pássaro malvado
Tem o bico volteado que nem gavião
Carcará
Quando vê roça queimada
Sai voando, cantando,
Carcará
Vai fazer sua caçada
Carcará come inté cobra queimada
Quando chega o tempo da invernada
O sertão não tem mais roça queimada
Carcará mesmo assim num passa fome
Os burrego que nasce na baixada
Carcará
Pega, mata e come
Carcará
Num vai morrer de fome
Carcará
Mais coragem do que home
Carcará
Pega, mata e come
Carcará é malvado, é valentão
É a águia de lá do meu sertão
Os burrego novinho num pode andá
Ele puxa o umbigo inté matá
Carcará
Pega, mata e come
Carcará
Num vai morrer de fome
Carcará
Mais coragem do que home
Carcará

Joao do Vale & Chico Buarque(1981)

Tempo Trio(1965)

Tiao Carvalho & Coro(2006)

Tags:
  • Compartilhe:

Escreva um comentário:

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


Marcus Galvão disse:

Sou macaca de auditório do João do Vale

Leda Victer disse:

Essa,Tiao Carvalho & Coro(2006), sem dúvida, para mim.