Diz que fui por aí

Zé Keti & Hortênsio Rocha

Em seu LP  de estreia, Nara Leão surpreendeu o produtor Aloysio de Oliveira ao reunir os bossanovistas Baden Powell, Vinícius de Moraes e Carlos Lyra aos sambistas Cartola, Nelson Cavaquinho e Zé Keti, na época ignorados pelas gravadoras.

Mas apesar da desaprovação de alguns puristas, o disco deu certo, com a musa da bossa nova cantando, a seu modo, sambas como “O sol nascerá”, “Luz negra” e este “Diz que fui por aí”, que trata da errante de um boêmio, com seu violão debaixo do braço, que para em qualquer esquina, entra em qualquer botequim e, despreocupado, recomenda: “Se alguém perguntar por mim, diz que fui por aí.”

Complementando a ótima interpretação de Nara, esta faixa tem uma participação primorosa do violonista Geraldo Vespar (ouça adiante!) (A Canção no Tempo – Vol. 2 – Jairo Severiano e Zuza Homem de Mello – Editora 34).

Extraído de http://cifrantiga3.blogspot.com.br

Nara Leao & Geraldo Vespar(1964)

 

X.X.X.X.X.X.X.X.X

 

Em 1968, o cantor Paulo Marquez gravou um disco em homenagem a Zé Keti chamado “Diz que fui por aí”. Elis Regina e Jair Rodrigues também gravaram a canção no álbum “Dois na Bossa”, de 1965. No ano de 2001, em comemoração aos 80 anos de Zé Keti, a exposição “Diz que fui por aí” foi montada com fotos de sua vida e carreira no Centro Cultural Banco do Brasil.

Zeca Pagodinho gravou a música no seu novo DVD, “Vida Que Segue” (veja e ouça adiante!). O cantor disse em entrevista ao “Programa do Ratinho”, que uma das músicas que gostaria de ter escrito seria “Diz Que Fui Por Aí”. “Ela diz: ‘Se alguém perguntar por mim, diz que fui por aí, levando o violão embaixo do braço’. Essa é a minha cara”, explicou.

Extraído de http://zecapagodinho.com.br

Zeca Pagodinho & Rildo Hora & Ze Menezes & Rogerio Caetano ao vivo(2013)

 

 

Tags: Diz que fui por aí / Keti / Menezes / Nara / Pagodinho / Rildo / Rocha / Rogerio / Vespar /
  • Compartilhe:

Escreva um comentário:

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *