Mocinho bonito

Billy Blanco

Cronista do dia-a-dia, Billy Blanco logo reparou nos rapazinhos “bacanas”, com jeito de galãs norte-americanos, que infestavam as praias cariocas na década de 1950, e os satirizou justamente neste samba clássico. “Mocinho bonito” foi lançado em disco por Isaura Garcia, na Odeon (ouça adiante!). Ela o gravou na Odeon em 9 de agosto de 1956, com lançamento em dezembro seguinte no 78 rpm n.o 14129-A, matriz 11300, devidamente acompanhada pela orquestra e coral do maestro Luiz Arruda Paes. A gravação também integrou o primeiro LP da cantora, o 10 polegadas “A Personalíssima” (cognome que lhe foi dado por Blota Júnior).

Entretanto sua melhor intérprete foi mesmo Dóris Monteiro, a quem a música tem sido mais associada. A gravação, com suporte orquestral de Renato de Oliveira, saiu no lado B do 78 rpm de estreia de Dóris na Columbia, após dois anos na Continental, n. CB-10364, em julho de 1957, matriz CBO-1162, entrando mais tarde no LP de dez polegadas n. LPCB-35045, sem título (confira em ‘O tempo não apagou’). A cantora ainda interpretou este samba no filme “De vento em popa”, da Atlântida, e o regravaria em outras oportunidades. Direitos fonográficos reservados à Sony Music Entertainment (Brasil) Ltda.

Você pode não acreditar, mas Isaurinha é a criadora deste clássico samba de Billy Blanco!  A música tem sido mais associada à interpretação de Dóris Monteiro, que a regravou um ano mais tarde.

Extraído de Samuel Machado Filho

Isaura Garcia & Coro & Luiz Arruda Paes e Orquestra(1956)

 

X.X.X.X.X

 

“Mocinho bonito”, a crônica do malandro da alta sociedade

Além de destacar a interpretação de Doris Monteiro, o produtor musical Adelzon Alves valoriza Billy Blanco, compositor de importantes obras como “Mocinho Bonito”, canção que integra uma seleção em homenagem ao centenário do samba.

Para Adelson, trata-se de “uma crônica sobre um certo malandro urbano muito comum nas rodas noturnas da boemia do Rio de Janeiro”.

Extraído de http://radios.ebc.com.br/

Tags: Billy / bonito / Isaura / mocinho /
  • Compartilhe:

Escreva um comentário:

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *