Samba erudito

Paulo Vanzolini

Só mesmo o irônico Paulo Vanzolini, com toda sua robustez ranzinza, para misturar em uma canção popular Pôncio Pilatos, Santos Dummont, Olavo Bilac e São Pedro, resultado de sua formação intelectualizada, como ele mesmo afirma. O “Samba erudito” foi lançado em 1967 por Chico Buarque (ouça adiante!).

Extraído de http://www.esquinamusical.com.br/

Chico Buarque(1967)

 

X.X.X.X.X

 

O CIENTISTA DO SAMBA

Rafael Theodor Teodoro

…mas a composição mais representativa do interesse do cientista Paulo Vanzolini pela arte é, sem dúvida, “Samba erudito”, canção que integrou o álbum “11 sambas e uma capoeira”, de 1967, e ficou famosa na voz de Chico Buarque.

Desnecessário dizer que, fazendo jus ao título da composição, só mesmo um sambista erudito como Paulo Vanzolini poderia ter condições de fazer poesia a partir de referenciais tão variegados: Santos Dumont e Auguste Piccard, ambos cientistas e inventores, respectivamente, do avião e do batiscafo; Olavo Bilac, poeta parnasiano brasileiro; Winston Churchill, estadista britânico; Pôncio Pilatos, personagem bíblico. Definitivamente, não é fácil articular um conjunto de referências díspares, para cantar a frustração do homem que, desejoso de impressionar a mulher pela qual se enamorou, tenta, debalde, todo tipo de medida (poesia, ciência, endividamento, até a taumaturgia de andar sobre as águas!). Contudo, se as proezas do eu lírico restaram malsucedidas, por certo não a erudição do compositor: “Samba erudito” é outra das mais perspicazes letras de samba do cancioneiro nacional.

Extraído de http://www.revistabula.com/

 

X.X.X.X.X

 

Entrevista: Paulo Vanzolini (trecho)

concedida a Áurea Alves e Fernando Toledo, em 2003.

TOLEDO – Há a grande ‘sacação’ de “Samba erudito”, em que a personagem devia ser uma chata (risos).

VANZOLINI – “Samba erudito” era o samba da USP. Tudo aconteceu mesmo! Fiz porque queria fazer, me apareceu o tema.

Extraído de http://www.algoadizer.com.br/

Tags: Buarque / erudito / samba / vanzolini /
  • Compartilhe:

Escreva um comentário:

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *