Serenata suburbana

Capiba

A princípio, “Serenata suburbana” era uma valsa seresteira que Orlando Correia gravou em 1955, sem o menor sucesso (ouça adiante!). Quatro anos depois, Paulo Molin, que havia sido menino prodígio cantando nas rádios de Recife, relançou-a em ritmo de guarânia, muito em moda na ocasião (“Levo a vida em serena-a-ta/ somente a cantar…”) (ouça adiante!). Em seguida, virou sucesso na voz de Dalva de Andrade (Confira em ‘O tempo não apagou’), cantora que aparecia como uma espécie de sucessora, pelo estilo, de sua xará Dalva de Oliveira. Daí em diante esta guarânia pernambucana se internacionalizou, ganhando letra em espanhol de Aristides Valdez.

Extraído de http://cifrantiga3.blogspot.com.br

Orlando Correa & Coro(1955)

Paulo Molin(1959)

 

 

 

Tags: Capiba / Correa / Molin / serenata / suburbana /
  • Compartilhe:

Escreva um comentário:

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


Mauricio Cardim disse:

A saudosa Carmen Silva também regravou e ficou ótima. (Mauricio Cardim)