22/07/2015

“Vovô Mimi” para “Manuela”

Recebi do poeta Aldemir Candido Drumond Casseres estes versos feitos para sua netinha Manuela:

Mimi (Uriel Lourival) – Carlos Poyares e Conjunto(1982)

Sempre

Viver a realidade

Sempre com sinceridade

Perseverando na humildade

Praticando a caridade

Conquistando a solidariedade

Com credibilidade

Alcançar a felicidade

Questão de capacidade

É a pura verdade

Esqueça a vaidade

Nem lembre da maldade

Atingindo a grandiosidade

Propagando a igualdade.

Tags: Aldemir / Manuela / sempre /
  • Compartilhe:

Escreva um comentário:

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *