Zelão

Sergio Ricardo

Ouça a canção com gravações em tempos bem diferentes.

TODO MORRO ENTENDEU
QUANDO O ZELÃO CHOROU
NINGUEM RIU NEM BRINCOU
E ERA CARNAVAL

NO FOGO DE UM BARRACÃO
SÓ SE COZINHA ILUSÃO
RESTOS QUE A FEIRA DEIXOU
E AINDA É POUCO SÓ

MAS ASSIM MESMO ZELÃO
DIZIA SEMPRE A SORRIR
QUE UM POBRE AJUDA OUTRO POBRE
ATÉ MELHORAR

CHOVEU, CHOVEU
A CHUVA JOGOU SEU BARRACO NO CHÃO
NEM FOI POSSIVEL SALVAR VIOLÃO
QUE ACOMPANHOU MORRO ABAIXO A CANÇÃO
DAS COISAS TODAS QUE A CHUVA LEVOU
PEDAÇOS STRISTES DO SEU CORAÇÃO

TODO MORRO ENTENDEU
QUANDO O ZELÃO CHOROU
NINGUEM RIU NEM BRINCOU
E ERA CARNAVAL.

Andre Penazzi e Conjunto(1963)

Jair Rodrigues(2002)

 Os Cariocas(1960)

 

Tags: Cariocas / Penazzi / Ricardo / Rodrigues / Zelão /
  • Compartilhe:

Escreva um comentário:

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *